25.12.08

O Ente


Um ente que eu nunca vi ocupou meu lugar

e eu lutei pela paz de tanto amar

agora eu já não sei o que é paz

como a do colo dos pais


Sei que tem que ser diferente

mas quando é preciso mudar

de repente

dói


Saio pelos fundos

em outra condução

Novos rumos

imposta condição



Envio cartas pra casa ao lado

pois há algo que eu possa fazer pra mudar

ainda que a escrita nada diga a quem não quer ler

Você pode se mudar?

E você?

Pode se mudar?


Porque eu estou ao lado do ente

eu estou ao lado do ente

ao lado do ente

do ente

e dói

3 comentários:

Mônica disse...

Essa eu já ouvi ao vivo...huahuhauhauh!!!!

Mlisboa disse...

Me identificando com a letra...rs

Mônica Lisboa disse...

to esperando vc me enviar essa, desse jeito não serei mais sua fã n° 1...rsrsrsrsrs