3.4.09

PELO QUE RESTA


Da última vez só faltou festa
Quando você, empolgada, quis pasta
Se não fosse alguém dizer “basta!”
Talvez não estivesses mais nesta

Quem alinha o cheiro e acha que despista
Não faz idéia do quanto isso custa
Financia o próprio desgaste
E comemora em fotos de revista

Os pobres com uma vida de bosta
É isso que deixa mais triste
O tráfico monta nas nossas costas
Não seriam os novos nazistas?

Por uma sociedade justa
Numa visão realista
Você, que só usa na sexta,
Atravesse pra outra pista
Quer causa? Abrace esta
Pegue a camisa e vista
Deixe de ser besta
Que a vida nunca desiste
De viver

Um comentário:

fernanda disse...

ola prof como ta?????

estamos com muita xodade de tú♥♥

bjokkkk ♥♥